quinta-feira, 14 de fevereiro de 2013

Análise sucinta da imprensa local




Havendo por estas bandas cada vez mais gente a tentar dar música ao pessoal, o melhor é começar por aí. Para os apreciadores, O Mirante publica uma entrevista de duas páginas com os tomarenses "Quinta do Bill". Dada a informação, vamos ao grande tema da semana -a profanação de um jazigo no cemitério de S. Pedro, manchete dos dois jornais da cidade, chamada de primeira página no outro. "Nem os mortos podem estar em paz", titula O Templário, "Desconhecido roubam crânio de uma mulher sepultada há 19 anos", escreve Cidade de Tomar. Sobre a motivação do crime macabro correm na urbe três versões: 1 - Foi gente ligada a rituais de magia negra; 2 - Foi para sacarem os dentes de ouro, que rendem bom dinheiro; 3 - A senhora não tinha dentes de ouro, mas sim uma prótese de platina na cabeça, um metal caríssimo.
 O Carnaval de Tomar e da Linhaceira é o outro grande tema de ambos os semanários nabantinos. Cidade de Tomar publica na página 4 um curto comunicado da TomarIniciativas, no qual se lê que "Os visitantes que assistiram fizeram frente ao frio e mesmo à chuva que caiu antes e já perto do final, não arredando pé, comprovando o sucesso da iniciativa. A TomarIniciativas... congratula-se pelos diversos parabéns endereçados em mais esta organização, que estendemos a todos os envolvidos."
Antes deste carnaval já se sabia na cidade gualdina que o União de Tomar é um sucesso, o Politécnico é um sucesso, o Convento de Cristo é um sucesso, a tenda do mercado é um sucesso, o acampamento cigano é um sucesso, o executivo camarário é um sucesso, os cabeças de lista já conhecidos são um sucesso, o museu da Levada é um sucesso, as obras do ex-estádio são um sucesso, e assim sucessivamente. Agora é-se forçado a acrescentar o Carnaval de Tomar que também é um sucesso. Conclusão: O único falhanço conhecido foi o da minha senhora mãe, que em vez de me parir longe daqui, acabou por dar à luz ali no velho hospital da Rua da Graça. Infelizmente para mim, infelizmente para muitos tomarenses, alérgicos à crítica e à inovação, mas sem dúvida alguma um sucesso. Basta reparar no estado em que se encontra a cidade e o concelho.

1 comentário:

tomarense d disse...

-Tomar está na miséria, gerido e aconselhado por pessoas que se julgam o supra-sumo da inteligência e o resultado aí está.
-Quanto ao futuro, certamente, e pelo que se vê de candidatos à autarquia ele será NEGRO para as pessoas que residem e trabalham se é que trabalham cá, pois quanto aos ditos supra-sumos da inteligência, eles estarão salvaguardados com a sua choruda reforma de meia dúzia de anos a afundar a cidade.
-Por tudo isto, recomendo vivamente que continuem a votar nos partidos vigentes...lol