terça-feira, 5 de abril de 2011

PEQUENA CARTA ABERTA AOS CANTONEIROS DA BORDA DA ESTRADA HIPNOTIZADOS PELO ILUSIONISTA SÓCRATES

Meu prezado concidadão:
Tinha acabado de responder à sua quadra (ver comentários, no post "Tomar à brocha"), na qual me assaca simpatias com Relvas e Passos, bem como um parti-pris anti-Sócrates, quando me deparei com uma notícia no jornal i, que me parece de capital importância. Não só esclarece cabalmente as suas legítimas dúvidas a meu respeito, como demonstra que a estar eu obcecado contra Sócrates e dominado pelo duo Relvas/Coelho, o que não me parece ser o caso, teria não obstante numerosa falange de apoio, designadamente em Bruxelas, num meio em geral pouco pessimista. De forma que, permita-me um desabafo: saboreie o prato, limpe-se a esse guardanapo e depois diga-me alguma coisa, s.f.f.
Fraternalmente,
António Rebelo
Jornal i, 05/04/2011, página 7

10 comentários:

Anónimo disse...

Das duas três:
- Ou o António Rebelo foi convidado pelo FMI/UE para fazer a gestão do pacote de austeridade que aí vem,
- ou tem grandes reservas financeiras pessoais que irão permitir sobreviver com um corte substancial na sua reforma de funcionário público,
- ou faz parte daquele crescente grupo de "quanto pior, melhor" a que alguns chamam loucos.
Seja qual fôr a razão, Rebelo não sairá bem na fotografia...

AA

Anónimo disse...

Problemas de cantoneiros ilusionistas - um fanático e um camaleónico...

Venha o diabo e escolha...entre iguais ou deveras parecidos,alternantes nas velhacarias praticadas contra os pobres tugas que...aos milhares...vão votar pela arreata de padres e outros caciques.

É que no próximo dia 5/6 não vão haver eleições.

VAI HAVER MUDANÇA DE MOSCAS!!!!!!

Anónimo disse...

Todo este processo está combinado há muito. Os jornais estão a dramatizar para prepararem o povo para o pior.
O PSD pretende a mobilidade dos funcionários públicos em grande. A sua transferência para qualquer ponto do Continente ou das Ilhas.
Os 13º e 14º mês devem ir à vida.
Os salários terão de baixar e bem, de forma directa e indirecta pela subida dos impostos e pelo aumento do desemprego.
Muitos organismos públicos terão de fechar, com despedimentos na função pública.
Privatizações a granel, e despedimentos, que irão afectar a nossa região.
O ISLA, Lisboa e Santarém, e outros lugares, quer expandir-se e passar a Universidade. E o Politécnico ?
E os Hospitais ?
A Europa não está doida com Portugal. A Europa conhece o guião que escreveu. Tudo o mais é manipulação do povo, que gosta de ser manipulado.

António Rebelo disse...

Para AA

Palavra de honra que não consigo entender o seu comentário. Que tenho eu a ver com a crise? Serei um dos responsáveis só porque sou mensageiro de notícias execráveis?
Limito-me a escrever aquilo que toda a gente sabe e diz, da fronteira para lá. É muito desagradável? Pois é. Por isso também eu lamento que seja necessário e urgente. Se voltar a ler, reparará que a seguir ao enunciado das medidas a tomar, acrescento sempre INFELIZMENTE.
Quanto aos meus recursos, agradeço-lhe a preocupação. Já conheci a fome, o frio, o medo, a angústia, a o isolamento, a violência, a guerra. Julgo por isso estar preparado para o que der e vier. Engano meu? Logo veremos.

Anónimo disse...

(Política)
PSD: Miguel Relvas cabeça de lista por Santarém
(© Jornal O Templário, em 05-04-2011 12:26, por Jornal O Templário)


Em 2009, Manuela Ferreira Leite afastou Passos Coelho e Miguel Relvas das listas de deputados




Miguel Relvas, actual secretário geral e porta-voz do PSD, deverá encabeçar a lista de candidatos a deputados pelo PSD no distrito de Santarém. A notícia é avançada pelo Diário Económico.
Recorde-se que há cerca de dois anos a então líder do PSD, Manuela Ferreira Leite excluiu Pedro Passos Coelho e Miguel Relvas da lista de candidatos a deputados.
O actual líder do PSD, Pedro Passos Coelho, vai encabeçar a lista por Vila Real, o seu distrito de origem e onde é presidente da Assembleia Municipal.
Com eleições marcadas para 5 de Junho, já se iniciaram as movimentações para a constituição das listas de deputados.
No distrito de Santarém, o PS tem quatro deputados (Anabela Freitas, António Gameiro, João Sequeira e João Galamba), o PSD três (Carina Oliveira, Pacheco Pereira e Vasco Cunha), e Bloco de Esquerda, PP e PCP, um cada (José Gusmão, Filipe Lobo D'Ávila e António Filipe, respectivamente).

Já tem reforma mas não desgruda

por culpa dele o PSD vai perder, pois votar PSD é eleger esta pessoa que é pior mil vezes que o Sócrates

Coitados dos putos do PSD nunca mais lhes dá vaga

Tomar com este politico em Lisboa só tem a ganar e digam o que ganhou estes anos todos


NAAAADDDDA....

Bravura Lusitana disse...

Caro Professor Doutor Rebelo,

a mudança de dia 5 de Junho só será uma efectiva mudança se as pessoas abrirem os olhos e perceberem a urgente necessidade de terem no Parlamento uma voz nacionalista que os defenda.

Em Tomar o objectivo mínimo passa por triplicar o número de votantes do PNR comparativamente às últimas eleições. Foram 45, nestas esperamos chegar aos 150, embora a partir de 120 se possa considerar um crescimento interessante.

Muitos jovens de 18 e 19 anos já nos confirmaram o seu apoio e, como tal, o seu sentido de voto nas urnas. O movimento não pára de crescer, curiosamente nas gerações mais jovens e onde o exemplo francês não passa despercebido (veja-se o fantástico desempenho do partido de Marine Le Pen).

Espere, portanto, por uma mudança de paradigma por estes lados. A bem da Nação, cada vez mais vozes se erguem bem alto !

PNR Tomar.

Anónimo disse...

comediantes
Eu tenho andado nas últimas semanas muito fora das notícias e completamente abstraído da realidade local, mas agora a fazer um round rápido dei com esta que ainda estou a tentar descodificar:

"Concelhia do PSD vai reunir com Corvêlo e pode «aconselhar» à renúncia do cargo", noticia a rádio Hertz.


Portanto, o PSD vai AGORA "aconselhar" Corvêlo a fazer aquilo que desde 2009 todos sabemos que vai acontecer. Que pandêgos!

Diz ainda a notícia que esse "encontro irá basear-se na análise de recentes acontecimentos no concelho".
Hum, "recentes acontecimentos"... Acreditem que estou mesmo em branco, tenho estado aqui a puxar pela cabeça e não consigo honestamente perceber o que seja - incapacidade, descoordenação, ausência de liderança, abstração da realidade, nada disso é novidade.
A única novidade que me ocorre relacionada com o Município em bem mais de um mês, foi ao fim de mais 4 anos terem retirado o senhor que ocupava as casas de banho...
Querem ver que foi isso que chateou a direcção do PSD?!

Anónimo disse...

Os recentes acontecimentos no concelho é a mudança da roda do Mouchão! O PSD que vá enganar outro. Corvelo candidatou-se já com este propósito! Que vergonha!
O meu voto nunca mais.

Silva

Anónimo disse...

Até acho piada.

Muita gente andou por aí a passar a mão pelo pêlo do Corvelo, dizendo que ela era "culto", "diplomata", "educado" etc, etc, etc...

Há anos que venho a dizer e a escrever (coisa que muito boa gente não é capaz de fazer, para não se comprometer!) que o Corvelo é um INCOMPETENTE COMPULSIVO e que existem outros culpados por termos este "fantoche" político à frente da autarquia. Só seremos sérios se tivermos a coragem de dizer bem alto que os senhores Relvas e Paiva são os criadores de tal personagem, logo são tão ou mais culpados do que o próprio.

E os tomarenses? Qual é o seu grau de culpa? Qual é o grau de culpa do Luís Vicente que era o presidente do PSD local quando escolheram esta ave rara para "dirigir" os destinos dos tomarenses?

E os donos dos órgãos de comunicação social locais?

E os jornalistas?

E os "politicozinhos" locais que nunca denunciaram com clareza as incompetências comprovadíssimas do Corvelo? Também estes têm a sua quota parte de culpa no cartório.

Se tiverem dúvidas basta reler os artigos por mim escritos no jornal Templário na rubrica "à volta de Mozart" que indignou alguma gente, talvez habituada a mostrar o invólucro e a esconder o conteúdo: Os hipócritas de serviço.

Depois queixam-se do estado a que Tomar chegou.

O resto é pura paisagem.

José Soares

Anónimo disse...

Será feita a sua vontade!
Vamos ter ajuda do FEEF/FMI.
E a ver pelos exemplos Grego e Irlandês, os resultados não serão animadores. Cada vez mais escravizados pelo vil metal, iremos retomar o nosso lugar na globalização: no meio dos píses em vias de desenvolvimento, algures entre os africanos e sul-americanos.
Deus tenha piedade de nós...
AA