terça-feira, 14 de maio de 2013

ESFOLADOS POR SACANAS - 3

Lá vai água!

Continuando a esmiuçar o relatório da ERSAR referente a 2012, chegou a vez de apresentar a lista de custos dos 21 concelhos do distrito de Santarém, por ordem decrescente de preços. Na primeira coluna o concelho, na segunda a sigla da formação política maioritária, na terceira o custo mensal de 5 metros cúbicos de água, na quarta o custo mensal do saneamento, na quinta a tarifa mensal da recolha do lixo e na última o total das três anteriores. A vermelho o custo mais elevado dessa coluna, a verde o preço mais baixo.
Salta à vista que este tipo de trabalho já devia ter sido feito e difundido há muito tempo. Seja pelos senhores eleitos do executivo ou da AM; seja pelos distintos funcionários, cumprindo ordens daqueles. Mas quê! Dá muito menos trabalho votar tarifas e orçamentos às cegas, com argumentos do tipo acho que, parece-me que, entendo que, e os consumidores que lixem. Os vencimentos e as senhas de presença não dão para trabalhar muito, sendo muito mais prestigiante andar por aí a passear os telemóveis pagos pelos contribuintes. Lá diz o povo que "quem mais trabalha, mais trabalhado fica".
Aqui vai então a lista de custos mensais nos 21 concelhos do distrito de Santarém, com os cumprimentos da gerência para todos os senhores dependentes da autarquia:

  1. Tomar>>>>>PSD>>>9,66>>>6,62>>>4,00>>>20,28
  2. F. Zêzere>>>PSD>>>8,50>>>4,05>>>3,90>>>16,45
  3. Abrantes>>>>PS>>>>6,73>>>5,15>>>3,57>>>15,46
  4. Sardoal>>>> PSD>>>5,75>>>4,65>>>3,20>>>13,60
  5. Barquinha>>>PS>>>>7,08>>>2,07>>>4,17>>>13,32
  6. Ourém>>>>>PS>>>>5,58>>>4,13>>>2,58>>>12,30
  7. Entronc.>>>>PSD>>>5,45>>>3,62>>>2,59>>>11,68
  8. Cartaxo>>>>>PS>>>>5,64>>>3,95>>>1,70>>>11,29
  9. Santarém>>>>PSD>>>6,34>>>3,77>>>1,04>>>11,16
  10. T. Novas>>>>PS>>>>4,59>>>2,63>>>3,55>>>10,78
  11. Alpiarça>>>>>CDU>>>4,59>>>2,63>>>3,26>>>10,48
  12. Alcanena>>>>PS>>>>>7,10>>>1,00>>>2,25>>>10,35
  13. Rio Maior>>>PSD>>>>5,90>>>1,71>>>2,63>>>10,24
  14. Constância>>CDU>>>>3,25>>>2,25>>>4,50>>>10,00
  15. Almeirim>>>>PS>>>>>4,59>>>2,63>>>1,80>>>>9,02
  16. S. Magos>>>>BE>>>>>4,59>>>2,63>>>1,65>>>>8,87
  17. Coruche>>>>>PS>>>>>4,59>>>2,63>>>1,10>>>>8,32
  18. Benavente>>>>CDU>>>>4,59>>>2,63>>>1,07>>>>8,29
  19. Chamusca>>>>CDU>>>>4,59>>>2,63>>>0,50>>>>7,72
  20. Mação>>>>>>>PSD>>>>5,70>>>2,00>>>0,00>>>>7,70
  21. Golegã>>>>>>>PS>>>>>2,13>>>1,93>>>1,87>>>>5,93

Perante tudo isto, parecendo que não, o Município de Tomar, considerando 10 mil consumidores a cinco metros cúbicos mensais cada, cobra anualmente mais 1.032.700 euros do que no Entroncamento, por exemplo. Para onde vai esse lucro? E depois ainda se admiram de haver tantos habitantes nabantinos a dar corda aos sapatos uns, a calçar os patins outros?
Não seria melhor seguir o exemplo de Alpiarça, Constância, Almeirim, Salvaterra de Magos, Coruche, Benavente e Chamusca, que  fazem parte da empresa Águas do Ribatejo? Teríamos o serviço completo (água+saneamento+resíduos sólidos) pelo preço que agora pagamos só pela água...

1 comentário:

tomarense d disse...

-Bom trabalho de pesquisa.
-O meu receio é que nada disto valerá a pena, pois como já se tem escrito, os portugueses e mais concretamente os tomarenses são de entre outros adjetivos mais contundentes, absolutamente CEGOS.
-A prova disto será produzida em breve nas eleições autárquicas, com as pessoas em movimento tipo "carneiral" a ir votar outra vez nos mesmos: PSD, PS, IPT entre outros