quinta-feira, 15 de novembro de 2012

Concorda ou discorda?

Os membros da Comissão Política do PS - Tomar vão votar na próximo dia 24 -na Cafetaria do Convento de Cristo, local sagrado por excelência- o cabeça de lista socialista para as autárquicas de 2013. Conforme já aqui anteriormente referido, tudo indica que a vencedora antecipada é Anabela Freitas, em virtude do consenso interno antes conseguido. Há, contudo, rumores de alguma insatisfação, por parte de militantes que prefeririam a candidatura directa de Luís Ferreira. Eles lá sabem porquê. 
Procurando contribuir para o esclarecimento prévio da questão, Tomar a dianteira adicionou uma aplicação do lado direito do ecrã, na qual cada leitor pode dar a sua opinião votando. O período de votação termina em 22 de Novembro, último dia em que podem ser apresentadas candidaturas na sede do PS.
Está à espera de quê? Que lhe sirvam numa bandeja as soluções para os seus problemas? Mexa-se! Vote! Faça algo pela sua terra! Deixe-se de parasitismos bacocos!

6 comentários:

Por Tomar disse...

Estive fora uns dias e vejo algumas novidades no teu blogue. Vou começar por este tema, eleições no PS. Sinceramente vejo a Dra. Anabela Freitas com cariz e perfil para ser cabeça de lista, mas tenho muitas reservas se eventualmente ela ganha as eleições não levaria com ela o Luís Ferreira para o tal tacho que muito se fala neste blogue que é apanágio de todos os políticos que gostavam de fazer carreira na politica e esse sr não tenho duvida que é um desejo seu. Então a Dra. Anabela se quer ir em frente tem de ir mas sem o Luís, caso contrário perde de caras. Lógico que mesmo ele a não figurar nas listas e a Dra. Anabela eleita lhe arranjaria um tacho como acessor da Presidente e lá iria governar a par da Dra. "DEUS NOS LIVRE DE TAL ACONTECER.

Leonel Vicente disse...

Porventura serei ingénuo, mas custa-me um pouco que, em pleno século XXI, se continue a diminuir a capacidade / autonomia de uma mulher, pelo facto de exercer a mesma carreira (política) que o companheiro, como se não tivesse a capacidade de ser autónoma no pensamento e nas ideias.

Ou, dito de outra forma, se fosse ao contrário, alguém levantaria a questão de o eventual candidato ser casado ou ter uma companheira que é também, coincidentemente, igualmente companheira de partido, e, que tal pudesse condicionar o desempenho caso viesse a ser eleito Presidente da Câmara?

templario disse...

DE: Cantoneiro da Borda da Estrada

No Convento de Cristo... - Onde está a ÁRVORE SECA!

Muito gostam do Castelo/C.C. para eventos importantes! Bem sei, é um local muito especial. Nada a ver com a escolha. No entanto, nunca levaria para o morro tal reunião! Escolheria um outro cá por baixo, bem no centro da cidade, ali mesmo na Corredora, para que as pessoas que por ali passassem dessem conta de que estava ali a decorrer uma sessão muito importante para o concelho; nas janelas e à porta colocava cartazes a informar do que se estava ali a passar; inslalava uma aparelhagem sonora com música e informações adequadas; em plena rua, um écran passando toda a história política da autarquia dos últimos 15 anos; e quando fosse eleito o candidato à presidência da câmara, colocaria cá fora um grande post com as suas fuças e duas retumbantes faixas, de lado a lado, uma em cada entrada da rua, anunciando o nome do candidato com a sua imagem; formava três equipas para, rapidamente, através de um pequeno panfleto, anunciar pelos cafés da cidade e das freguesias o nome do candidato escolhido pelo PS, nesse dia, à presidência da câmara; contratava dois ou três músicos à Gualdim Pais e Nabantina para percorrerem as ruas da cidade, tocando o reportório previamente combinado - como se fosse uma festa! Enfim, fazia um algazarra tal, que toda a gente ficaria a saber quem seria, quase de certeza, o próximo presidente da câmara...

E escolheria como símbolo dessa candidatura uma ÁRVORE SECA, cuja pintura ou escultura se encontra no CCristo, não sei bem se na Janela, ou noutra janela.

Tomar (e Portugal também) assemelha-se a uma Árvore Seca. Ela simboliza o desejo de Renascer, e, desembencilhando-nos (tanto quanto possível) do seu simbolismo religioso, tomava-o como o símbolo do Renascimento da cidade, como os Renascentistas da primeira metade do século XX o elegeram para o renascimento de Portugal.

Portugal era comparado a uma Árvore Seca, onde era preciso fazer renascer um novo espírito que nos permitisse iniciar um novo ciclo histórico, porque havia uma tradição (transmissão) perdida. Ainda hoje!. O Antigo Ciclo (o antigo espírito...), apesar do Marquês, da Revol. de 1820, da República, nunca deixou de prevalecer; o Ultimato Inglês (semelhante a este ultimato da troika) lançou-nos na decadência. É a partir desse facto histórico que se cria o Movimento Renascentista, através de personalidades como Sampaio Bruno, Guerra Junqueiro, Teixeira Pascoais mais tarde, etc., etc, numa angustiante tentativa de fazer renascer o espírito português, popular, recuperar o pensamento filosófico português e divugá-lo. Para levantar Portugal, construindo um novo Ciclo Histórico, que cortasse radicalmente com o antigo. A ditadura interrompeu essa busca. O 25 de Abril retomou essa esperança.

Mas foi só com José Sócrates que se deram passos para concretizar, para um verdadeiro novo ciclo. O "Antigo" voltou a erguer-se. A decadência tortura-nos.

Pois que seja o PS a adotar essa Árvore Seca (que está aí no CCristo), como símbolo da vontade de fazer renascer Tomar, na sua campanha, denotando uma vontade firme e esclarecida para a fazer Renascer!

Viva Tomar!
Viva Portugal!

Luis Ferreira disse...

Estimado Prof. Rebelo

Agradeço a simpatia do seu evidente "retrato" da minha eventual candidatura a Presidente de Câmara.

A resposta, simpática e cordata, foi objectivamente dada pelo anónimo detractor oficial de serviço, com dois pequenos erros de avaliação:

- Em primeiro lugar a pessoa claramente mais bem preparada na área socialista para se candidatar e exercer as funções de Presidente de Câmara, é a minha camarada Anabela Freitas;

- Em segundo lugar eu, que atualmente exerço funções de vereador (como número dois da lista do PS), depois de nas eleicoes anteriores ter sido cabeça de lista à Assembleia Municipial, mantenho não só as competências politicas que têm sido publicas desde há vários anos, como as reforcei pelo exercício efectivo de responsabilidades municipais nas areas sabidas da cultura, turismo, bombeiros e proteção civil, na continuidade da experiência institucional obtida em quase 5 anos de exercício de funções de assessoria no Governo Civil. Nesse sentido, por mais que alguns "berrem" contra mantenho-me disponível para colocar todo esse know-how ao serviço do PS e de Tomar, na função considerada mais útil para a comunidade.

As funções publicas e electivas, não se obtêm por "inspiração divina", aceitação de pretensos "donos da cidade" ou de quaisquer serviçais de interesses ilegítimos instalados. Precisamente por esse ser o caminho tomado há anos por Tomar, é que estamos como estamos. E é por isso que Tomar precisa da minha camarada Anabela Freitas e da equipa que ela quiser constituir. E eu que me considero o mais normal dos cidadãos, de tanto ataque feito, começo a pensar que terei uma qualquer qualidade especial que ainda não detetei. É que ser apenas inveja, começa a parecer demasiado simples...

Com as habituais e libertárias saudações
O Homem livre e de bons costumes, amavelmente devolve em dobro os desejos dos outros para ele próprio

Luís Ferreira

Por Tomar disse...

Camaradas e leitores do TA, estou plenamente de acordo e sem sombra de duvidas a Dra. Anabela Freitas é sem duvida a melhor, mais responsável e mais bem colocada para assumir a liderança de cabeça de lista à C.M.Tomar, mas com sangue novo, pessoas sem vícios e que tenham ideias para desenvolver o conselho e tentar tirar-nos deste sufoco que nos encontramos. O vereador Luís Ferreira pode escrever, pode falar, pode justificar o injustificável, mas todos nós sabemos que não pode nem deve fazer parte da lista da sua camarada de partido, pois isso seria um suicídio a partida. Ela própria deve saber disso e quem quer fazer algo pelo conselho não pode nem deve ter alguém que afirma publicamente e em plena reunião do executivo que está na politica por gozo e por brincadeira, que lhe dá prazer gastar os dinheiros públicos para nada. Sabemos que ele até tem alguma influencia na comunicação social, caso "O C. T., desde que seja do PS tudo se publica e dou um exemplo: Caso do Mercado Municipal, os IpT foram os primeiros a apresentarem um artigo sobre o M.M. na ultima reunião. Conclusão, O C. T. ignorou e publicou com destaque o artigo do L. F. a dizer aquilo que tinham dito os IpT. Mas voltemos ao tema da candidatura: Vejo este tema exatamente como se o Dr. Pedro Marques se apresentar como cabeça de lista dos IpT, morte certa mesmo bem acompanhado seria um suicídio para o IpT, assim vejo a Dra. A. F. ser rodeada por alguém ou alguns que por lá passaram. Gostaria de deixar mais uma vez bem vincado que pessoalmente não tenho nada contra o V. L. F. como pessoa, apesar de não ter muita confiança com ele tenho-o como um homem sério, mas na politica é parecido com o nosso 1º ministro "POSSO QUERO E MANDO" e para Tomar não pode ser, tem de ser alguém com visão de futuro e determinado a voltar a levantar Tomar das cinzas em que está. Para Leonel Vicente: Nunca esteve na minha mente nem intenção de diminuir as capacidades da Dra. A. F., mas sabemos que dentro de um partido politico e o PS não foge a regra, existe sempre pressões e os tais arranjinhos, foi nessa base que equacionei a hipótese de o L. F. nõ fazer parte das listas e depois ser nomeado acessor ou secretário e lá vai ele para o "tachinho" que tantos desejam. Sinceramente não estou a ver se o PS ganha 2013 ele não ter o tacho dele. Portanto que fique claro, a Dra. Anabela Freitas é uma candidata legitima, com qualidades e perfil para assumir a presidência do município e admiro-lhe a coragem de tal fato. Sobre o comentário do Luís Ferreira, já sabemos que é uma grande tanga e faz-se de coitadinho para que se esqueçam das asneiras cometidas ao longo do tempo em que foi vereador com responsabilidades no executivo.
Abraço a todos e b f d.

Luis Ferreira disse...

Estimado Prof.Rebelo

Pouco a pouco se vai descobrindo "os interesses" e a careca, do careca, por detrás de eleicoes internas no PS, mal perdidas, há já alguns anos. Mais carecas se descobrem, nas invejas mal acomodadas, de uns poucos incapazes que pensam poder limitar a capacidade do PS escolher e colocar os seus melhores nos lugares de candidatura que entender.

Sobre o Mercado Municipal, por muito que custe a alguns, especialmente da area do PSD, a Estória é a que contei e se outros não sabem fazer o seu trabalho de divulgação, não é meu problema.

Quanto à execução que obtive em apenas um ano na gestão da cultura e do turismo (2010) e de dois na proteção civil e bombeiros (2010-11) os resultados falam por si: crescimento e melhoria em todos os sectores onde tive oportunidade de coordenar equipas de gente motivada e profissional. Outros, com mais anos nestes e em outros sectores, apenas poderão apresentar uma mão cheia de nada ou caminhos que apenas conduziram a bêcos sem qualquer saída.

Eu sei: dói ter de "dobrar a espinha", trabalhar no duro e ser absolutamente intransigente com a escovice e o oportunismo. Mas ser assim compensa sempre: obtém-se resultados e melhoria de serviço às populações, além de se promover a justiça entre as pessoas E se não é para isto, para que raio queremos eleger pessoas para a Câmara?

Tomar já perdeu demasiado tempo com pessoas que não usam a arma mais óbvia e disponível a todos: o bom senso e a capacidade de decidir.
E se o meu contributo na gestão municipal foi representado por alguma coisa foi por isso: mostrar que é possível, basta do querer! E o querer move montanhas...

Quanto ao futuro, Relvas e seguidores (incluindo serviçais), que se cuidem: o seu reinado está a acabar!

Reitero a todos os votos em triplo do que me desejam...
E com o gozo que me dá e sempre me deu a política, vos desejo um bom fim de semana

LF