sábado, 24 de novembro de 2012

Socialistas tomarenses confirmam candidata

Um aspecto da cafetaria conventual, a funcionar num magnífico salão renascentista.

Hugo Cristóvão no púlpito

Uma centena de eleitores compareceu esta tarde na cafetaria do Convento de Cristo, para participar na confirmação de Anabela Freitas como cabeça de lista socialista nas autárquicas de Outubro próximo. Houve música de metais, com um dos presentes a estranhar o seu carácter triunfalista, que considerou prematuro. Notou-se a ausência dos dois anteriores cabeças de lista socialistas, respectivamente Carlos Silva e José Vitorino. A confirmar uma vez mais que a política activa tende a queimar.
Durante a votação, reservada aos militantes PS que fazem parte da respectiva comissão política, ou são autarcas, registo para um protesto de José Mendes, ex-presidente da Assembleia Municipal, que lamentou ter sido impedido de falar anteriormente, reprovou o facto de não ter havido debate prévio sobre a candidata e informou recusar-se a votar, por não haver cabine isoladora nem boletins com o nome já impresso, o que forçou cada um dos votantes a inscrever o nome da candidata no boletim de voto, sob o olhar atento dos membros da mesa. Alguém murmurou, já à saída, que na Coreia do Norte ou na China ainda não descobriram nada mais aperfeiçoado. Um evidente exagero, uma vez que se tratava apenas de ratificar algo anteriormente decidido.
Efectuada a contagem, verificou-se unanimidade dos votantes, que assim confirmaram o que já haviam  consensualizado anteriormente, em lugar próprio e longe dos olhares sempre indiscretos dos jornalistas e outros curiosos. Vamos ter assim, nas autárquicas de 2013, uma lista socialista encabeçada por Anabela Freitas, com Hugo Cristóvão em segundo lugar e Luís Ferreira em terceiro. Para o quarto lugar há três hipóteses: António Alexandre, Anabela Estanqueiro e Hugo Costa.
Seguiram-se os usuais discursos de congratulação e apoio, com destaque para o do presidente da federação distrital de Santarém, assim uma espécie de bispo socialista. Felicitou a candidata, que disse conhecer há muitos anos, louvando as suas qualidades, o seu empenhamento e a sua vontade de vir a presidir aos destinos de Tomar. Acrescentou que Anabela Freitas "tem um projecto sólido". Fiquei tão surpreendido, por ser a primeira vez que tal acontece desde o 25 de Abril, que até perguntei ao vizinho do lado, para ter a certeza de que não ouvira mal. Mas não. O bispo socialista disse mesmo que a candidata "tem um projecto sólido", uma novidade absoluta por estas bandas. Agora resta aguardar a apresentação e discussão do mesmo. Ou pelo menos das suas grandes linhas, bem entendido já com objectivos tácticos e estratégicos, articulações e previsíveis fontes de financiamento. Tempo ainda há muito. As eleições serão só dentro de onze meses. O pior é o resto.
Um registo final para o lema da candidata: "Um novo futuro. As pessoas estão primeiro." Quanto ao futuro, a ver vamos, como dizia o cego, que nunca chegou a recuperar a visão. Sobre as pessoas que estão primeiro, não tenho qualquer dúvida, designadamente quando toca a pagar as espertezas saloias dos senhores governantes e autarcas.

7 comentários:

tomarense d disse...

"Acrescentou que Anabela Freitas "tem um projecto sólido". "

-A candidata do PS e o PS têem um projecto sólido!? A única coisa sólida que tenho visto na Politica e nos políticos é sua magistral incompetência e irresponsabilidade na gestão do bem comum.
- O único projecto para Tomar nos próximos anos será captar o máximo de investimento PRIVADO possível. Baixar as Taxas como uma forma de incentivo a esse investimento. Acabar com a burocracia dentro da Câmara permitindo a quem quer investir e fazer algo em Tomar o faça.
Isto claro, a somar a muitas outras medidas....

António Rebelo disse...

No que concerne às medidas a tomar, está cheio de razão. É esse o caminho. Aqui e no país.
Sobre o tal projecto sólido, vamos esperar para ver. Mas há sólidas razões para duvidar, lá isso há!

Leão_da_Estrela disse...

Bom dia professor,

Não tendo nem prego, nem estopa, a ver com essa eleição, porque aí não sou eleitor, ainda assim, estou como o meu caro: tenho sólidas razões para duvidar da solidez do projecto socialista. Cá estaremos para ver, aquando do parto da coisa se fizer luz.

Ainda assim, creio ter lido por aí no seu blog, que a agora indigitada candidata, é companheira do segundo elemento da lista. Como é óbvio, "amigo não empata amigo", mas, a ser verdade, como diz na sua publicidade uma fornecedora de tv por cabo, "há uma linha que separa" a legalidade do bom senso! aliás, o PS é recorrente nestas situações por esse país fora; é o que se costuma dizer de uma tal de mulher de César...
(se o que escrevi não corresponde à verdade, peço-lhe que corte, p.f., esta parte do texto).

Cordialmente

FUNICULIN disse...

Pobre Bandeira Nacional que tão mal tratada é. Foi no 5 de Outubro quando foi hasteada ao contrário e agora na eleição socialista. Segundo a legislação em vigor deveria estar no meio e não naquela ponta.
Haja mais respeito pela Bandeira Nacional.

Por Tomar disse...

Sinceramente faz-me rir a montes a lista do PS as próximas autárquicas, como já escrevi anteriormente eu até acredito que o projeto da Dra. A. Freitas pode ter algum conteudo, mas quando olho para a composição da lista faz-me rir a montes e veja-se porque!... Numero dois: Hugo Cristóvão, experiência na Ass. Municipal, assisti a várias e daquela boca só sai babuseiras politicas, é do contra, projetos nenhuns. Braço direito da Dra.? Não, vai ficar maneta porque este Sr não tem perfil para assumir qualquer cargo no executivo. Numero 3.... ehehehehehehe, afinal o tacho sempre estava reservado para ele, tem de gastar o que ficou por gastar no turismo, na proteção civil, nos bombeiros, etc. Como eu o conheço, mal, mas conheço, não o vou comprar e o PS fez uma asneira ao meter este sr. em numero 3 que se tiver uma ponta de sorte irá eleger dois, mas o terceiro vai ficar pelo caminho. Pensei que o PS de Tomar tinha bom senso e dois palmos de inteligência para escolher pessoas com menos nomes sonantes e mais inteligência do que estes que estão na lista, mas vai ser nas urnas que o veredito é feito, a ver vamos como diz o ceguinho. Um santo e feliz dia.

tomarense d disse...

Atendendo ao comentário anterior de "Por Tomar",pois eu desconhecia a lista completa ao executivo camarário,constata-se que na politica a competência nada interessa.
O importante é mesmo o partido e os amigos,e os seus superiores interesses, e quem vier a seguir que feche a porta...
Quando será que esta gente ganha juizo!???

templario disse...

DE: Cantoneiro da Borda da Estrada

Senhor "Tomarense d",

O seu comentário leva-me a questioná-lo sobre a parte onde escreve "O importante é mesmo o partido e os amigos, e os seus superiores interesses"

Mas há uma realidade (que o senhor conhecerá melhor que eu): os presidentes eleitos em Tomar desde Abril 74 eram todos independentes e o resultado parece não ter sido famoso. Ou estarei enganado? Ora, a responsabilidade é sempre pedida aos partidos.

Bem sei..., olho sempre de soslaio os candidatos independentes, que ao cabo de dois ou três mandatos sob a bandeira de um partido, raramente optam por se "Inscrever"... Porque será?!