domingo, 2 de dezembro de 2012


Vote no melhor candidato PSD >>>


"Votamos em Berlim?"

"O maior problema da política portuguesa, do ponto de vista da vox populi, é a política alemã. Quando se discute o que se passa por cá, um mar de gente responde com o que se passa na Alemanha (ou como ironizou Pedro Lomba, para muito boa gente, a verdadeira reforma em Portugal "é uma profunda reforma na Alemanha"). O nosso problema está -dizem- no facto de os alemães serem como são.
Acima de tudo, os alemães deviam perceber que nós temos direito à nossa vida (e "que se lixe a troika"). Esse direito baseia-se em algo nunca muito explícito. Os alemães, dizem-nos, devem isso à Europa porque provocaram duas guerras (na 2ª nós não mexemos uma palha, mas isso não conta). Não sei o que deverão os franceses pelas guerras de Napoleão ou nós, portugueses, por termos sido destacados colonialistas.
Dir-se-á mesmo mais: caso a política alemã fosse outra, Grécia, Espanha, Irlanda, Portugal e toda a Europa estariam muito melhor. Ainda que tudo isto fosse verdade, a questão reverte sempre para nós próprios. Não temos direito de voto em Berlim (e os alemães não votaram nas nossas eleições). A conversa pode ser interessante, mas é estéril. Produtivo é saber o que fazer com a Europa que há e com os alemães que existem (um governo SPD não alteraria o essencial).
Infelizmente para nós, o que temos pela frente é doloroso e grave. Não tem de ser da forma que o governo quer, mas não pode ser de um modo agradável, isento de sacrifícios. Não é demais repetir que é necessário um acordo. E que esse acordo seja amplo e abarque até onde cada força política aceita ir na regeneração do país. Já não é suportável um governo sem rumo, sem diálogo, sem confiança, nem uma oposição que faz do choradinho e do abaixo-assinado a sua arma.
Apetece dizer aos dois lados que cresçam e que dialoguem. E que vejam o país tal como ele é. E não segundo os fantasmas que têm na cabeça."

Henrique Monteiro, Expresso, 01/12/2012, última página


1 comentário:

tomarense d disse...

"O maior problema da política portuguesa, do ponto de vista da vox populi, é a política alemã."

-Pura aldrabice esta afirmação.
O nosso maior problema entre outros, é sermos vaidosos, masoquistas,e sem 2 dedos de testa para PENSAR.
Desculpem estes "palavroes" mas se o povo português tivesse 2 dedos de testa para pensar, à muito que a classe politica vigente em Portugal tinha sido banida do mapa.
Apesar dos meritórios esforços que este blogue e o seu "mentor" fazem para tentar "acordar" o povo e em especial os Tomarenses, nada disto irá resultar, pois continuaremos na pasmaceira do costume,e quanto muito se mudará os actores principais desta grande palhaçada que é a politica em Portugal.
Desculpem a frontalidade mas esta é infelizmente a minha ideia em relação à politica e aos MAUS políticos da terra e do País...